Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Monte Farinha

Em vez de "Caminho Novo" vai passar a chamar-se o sítio aonde essa antiga via conduz: Monte Farinha.

Monte Farinha

Em vez de "Caminho Novo" vai passar a chamar-se o sítio aonde essa antiga via conduz: Monte Farinha.

O povo tem sempre razão....

08.05.07 | aquimetem, Falar disto e daquilo

 

Meão Grande visto da Sª da Graça.

           Só para evitar que este cantinho deixe de ter voz, agora que a maré alta das festas e romarias está à porta, aqui regresso com uma descoberta curiosa. Recordo-me de quando era miúdo sempre que os meus conterrâneos mais velhos se dispunham a subir ao coto do Monte Farinha em vez de dizerem vamos à Senhora da Graça, diziam vamos ao " Iteiro da Senhora". Estou farto de utilizar esta frase, mas até aqui sem dispor de bases históricas que me permitissem fazê-lo com segurança e rigor.

          Depois de reler com mais atenção um dos parágrafos do Tombo da Igreja de Vilar de Ferreiros, de 4 de Abril de 1778, que a seguir vou transcrever, fez-se luz à volta da questão e  o motivo fica historicamente esclarecido, ora vejamos: < .....outra de damasco branco e vermelho que é da capela de Nossa Senhora do Outeiro quatro alvas seis amitos quatro cordões toalhas de altar seis duas toalhas de comunhão um frontal de damasco branco e vermelho outro de gorgorão preto e dois verdes quatro castiçais dois de latão e dois de estanho.- Titulo dos passais pertencentes a esta Igreja de residência, duas salas  e duas câmaras cozinha estrebarias e palheiro casa de tulha tudo junto da igreja casa adega com cinco cubas um lameiro ao pé da adega chamado Carreira Cova com suas hortas tudo tapado sobre si o Lameiro da Bouça que fica abaixo da Capela de São Sebastião com sua presa no meio junto da fonte que é própria  do Lameiro toda está tapada sobre si o Lameiro Redondo tapado sobre si (........) >. -  O soblinhado é meu, e para assinalar que ao tempo era vulgar dizer ali: "vamos ao Outeiro", em vez de  "vamos à Senhora da Graça".  O povo tem sempre razão...