Quinta-feira, 17 de Agosto de 2017

Peregrinação 2017.jpg

A Peregrinação de 2017, em honra e louvor de Nossa Senhora da Graça, vai como de costume realizar-se no 1º domingo de Setembro, que este ano calha no dia 3. Preside , como é tradição, o bispo diocesano D. Amândio Tomás. Do programa deste ano destacamos: ás 08h00 - Confissões; ás 10h30 - inicio da Procissão no Largo de Santiago com recitação do terço; ás 11h00 - Missa Solene; ás 12h00 - Processão de despedida a Nossa Senhora.

Situado no cimo do Monte Farinha - Vilar de Ferreiros, Mondim de Basto - este santuário mariano é dos mais famosos de Trás-os-Montes e do norte de Portugal também. A localização é do mais belo que existe e a região convida à   admiração, tanto como à contemplação. Aproveitemos para o fazer este ano, no dia 3 Setembro, domingo.



publicado por aquimetem às 21:29
Domingo, 15 de Janeiro de 2017

 

DSCN0628.JPG
N. 15/01/1919 – F. 02/12/2016

Em 15 de Janeiro de 2007 escrevi eu neste blog : “ Fez há pouco mais de 2 horas, 88 anos que nasceu, no lugar da Misericórdia, freguesia de Ermelo, o mais notável mondinense de sempre e que Vila Real acolhe como dilecto filho adoptivo, desde 1931: Monsenhor Ângelo do Carmo Minhava “. Foi ordenado sacerdote a 19/12/1942, 23 anos depois do seu nascimento, a 15 de Janeiro de 1919. Os seus dotes artísticos e culturais fora do comum cedo se revelaram e despertaram o apreço e admiração do saudoso Bispo D. António Valente da Fonseca que o convidou para leccionar no Seminário: Latim, Literatura, Francês e Musica. Como musicólogo de nomeada dirigiu o Orfeão do Seminário, do Liceu, da Escola Técnica  e do Instituto Politécnico de Vila Real. Notável poliglota os seus artigos de Critica Literária e Musical ficam dispersos por diversas revistas e jornais, o mesmo acontecendo em relação a trabalhos sobre Linguística e Filosofia. Na condição de autodidacta, tornou-se estudioso da Língua Alemã e Russa, tendo feito a tradução de algumas obras. Também como escritor destaco a “Cabrilada” que mereceu de Teixeira de Pascoais rasgado louvor.Musicou letras de muitos poetas e poetisas de todo o País, incluindo Madeira e Açores. Autor da Música de várias Marchas, recordo a de Vila Real, a de Mondim de Basto, a de Montalegre, a de Mesão Frio, a de Cerva e a de Santa Marta de Penaguião.

17131016_qRKA9.jpg

Deste saudoso amigo que tive a honra de merecer dele um comentário na Voz de Trás os Montes, ao meu livro: ” Vilar de Ferreiros- Na história, No espaço e na etnografia”, resta-me honrar a sua memória e por intercessão de Nossa Senhora da Graça pedir a Deus que lhe dê o merecido lugar no céu. Com o seu desaparecimento ficou Portugal e os transmontanos mais empobrecidos. Fica a saudade, a boa fama e a obra que deixou.



publicado por aquimetem às 17:35
Terça-feira, 19 de Julho de 2016

cartaz 2016-1.jpg

Vamos ter festa grande no Monte Farinha, a chamada Romaria ao "Santinho" é ali, no cimo do mais sedutor miradouro do Norte de Portugal. Ocorre no respectivo dia, 25 de Julho, e chama aquele famoso miradouro milhares de devotos de Nossa Senhora da Graça e de S. Tiago que partilha do mesmo santuário. Do programa desse dia, dia dos Romeiros, destacamos a alvorada, às 07h00; depois, às 08h00, inicio das Confissões; às 09 e ás 09h30 folclore; para às 10h15, no Lg. de São Tiago ter inicio a procissão, com recitação do terço, em Ano da Misericórdia. Já no ultimo domingo do mês, dia 31, volta o Monte Farinha a ser noticia, agora graças à Volta a Portugal em Bicicleta, que não considero seja, dado ser feita aos saltinhos, de terra para terra. Era melhor chamar-lhe de Volta aos retalhos....Mas deixo aqui um convite aos meus leitores: se querem conhecer a terra onde nasci, e tenho muito orgulho nisso, aproveitem o ultimo domingo deste mês Julho. Fiquem por lá desde o São Tiago até então e visitem as Fisgas, tomem banho no Tâmega, e em Vilar de Ferreiros, além do Santuário de NS da Graça, têm na sede da freguesia a igreja paroquial, no adro o brasonado cruzeiro e a dois passos a capela de São Sebastião, com miradouro sobre a Ribeira Velha. Da volta li: "A etapa da Srª da Graça é sempre um dia especial e, desta vez, coincide com o domingo do último dia de julho. Bragança dará a partida desta4ª etapa que vai levar a 78ª Volta a Portugal Santander Totta até à sempre aguardada subida ao alto da Srª da Graça, em Mondim de Basto. Serão percorridos quase 192 KM com muita e difícil montanha sobretudo na segunda metade da tirada".

 



publicado por aquimetem às 16:09
Domingo, 07 de Fevereiro de 2016

restauradore 003.JPG

Há quatro anos, em 2012, a propósito deste saudoso e ilustre amigo, escrevi: "Faz amanhã um ano, 8 de Fevereiro, que faleceu em Lisboa, onde residia, o Dr. Primo Casal Pelayo, que foi professor, director e proprietário do Externato Latino Coelho, na freguesia de Santa Maria de Belém. Natural de Fajozes, Vila do Conde, foi no colégio de São José, da família Pelayo, que iniciou a sua notável carreira de formador e educador de várias gerações que ainda hoje recordam com saudade o Colégio dos Pelayos, da rainha do Ave". Em Lisboa muitos foram, e são, também, os que ficaram gratos ao Dr. Primo Pelayo e ao colégio de que foi dono, gestor e professor exímio, na rua da Junqueira.

13956193_SWaji.jpg

Sempre que posso costumo visitar a campa onde, no cemitério de Benfica, repousam os seus restos mortais; mormente na data do falecimento. Este ano faz cinco anos que deixou o mundo dos vivos, as autarquias que até com os mortos fazem dinheiro, não sei o que a de Lisboa vai fazer da sua ossada. Que ao menos avise os familiares ou a Junta de Freguesia de Fajozes, antes de atirar com ela para a bala comum. São ossos de um insigne vila-condense,  e autor da Ermida do Monte Farinha, a quem também muito deve Mondim de Basto.

 

 

 

 



publicado por aquimetem às 11:03
Quinta-feira, 02 de Julho de 2015

657281_fSvI0.jpg

Pároco de Vilar de Ferreiros até 04 de Outubro de 2013, o Sr. Padre Manuel Joaquim Correia Guedes serviu esta paróquia, como abade, mais de 50 anos, e continua a servir como auxiliar do pároco actual.

1.jpg

Natural de Torgueda (Vila Real), onde nasceu a 04 de Julho de 1932, o Sr. Padre Guedes logo após a sua ordenação sacerdotal, em 21 de Setembro de 1957, foi paroquiar Pardelhas e Campanhó até 1960; para a 12 de Janeiro de 1961 ser colocado em Vilar de Ferreiros, onde deixou uma obra notável, patente na defesa dos direitos da paróquia no Santuário de Nossa Senhora da Graça (Monte Farinha) e no zeloso cumprimento do seu múnus sacerdotal e paroquial. Com 58 anos de sacerdócio vividos e postos ao serviço do concelho de Mondim de Basto, como pároco e agora capelão do Lar da Misericórdia, o abade Guedes é por direito não filho adoptivo, mas um mondinense de corpo e alma. Pelo seu aniversário natalício, os meus parabéns e votos de um 04 de Julho para repetir.

 

 



publicado por aquimetem às 17:33
Segunda-feira, 11 de Agosto de 2014

Com a Grande Peregrinação de Setembro encerra a época alta, do Monte Farinha em festa. Este ano, com o seu dia grande no próximo domingo, dia 07 de Setembro, tudo aponta vai ser mais um daqueles eventos notáveis que levam centenas de peregrinos devotos de Nossa Senhora da Graça a subir ao mais sedutor miradouro do norte de Portugal que à região de Basto dá fama. Como vem a ser tradição preside sempre, o bispo diocesano desde que o saudoso D. Joaquim Gonçalves tomou essa iniciativa.

 

 E agora, D. Amândio, seu insigne sucessor com todo gosto partilha e aceita. Se ver o seu bispo diocesano a presidir a uma celebração em qualquer lugar é sempre motivo de regozijo para um fiel cristão dessa diocese, muito mais isso é sentido, se o caso se dá com os filhos da terra onde o facto acontece, e aqui os mondinenses, e em particular os filhos de Vilar de Ferreiros, são exemplo. Mas não discordava em que uma vez por outra se fazesse reviver o que também já aconteceu: convidar figuras do episcopado ou, não, doutras dioceses.  E desses casos acontecidos, lembro as peregrinações em que por sua vez presidiram: D. António Ribeiro, Cardeal Patriarca de Lisboa; D. António José Rafael, Bispo de Bragança/Miranda; D. Eurico Dias Nogueira, Arcebispo Primaz de Braga; e D. António de Castro Xavier Monteiro, Bispo de Lamego, mas este, suponho, que na condição de bispo auxiliar do então prelado diocesano de  Vila Real, D. António Valente da Fonseca.

Importa é que haja peregrinação e cada vez com mais fieis e devotos de Nossa Senhora da Graça, do que com turistas que também são sempre bem-vindos a um lugar de culto e por isso a exigir respeito e compostura a quem sobe ao topo do Monte Farinha. Venham todos que no próximo dia 07 de Setembro o cartaz festivo, que este ano, com menos tinta.... saiu atempadamente e promete, com:

Confissões - às 08h00. Inicio da Procissão e recitação do Terço - às 10h00. Missa Solene, presidida pelo bispo diocesano, D. Amândio Tomás - às 11h00. Procissão de Despedida a Nossa Senhora da Graça - às 12h00. A Missa será como de costume transmitida em directo pela Rádio Região de Basto, e a Ordem mantida pela GNR de Mondim de Basto. Uma boa ocasião para visitar o Santuário de Nossa Senhora da Graça, em Vilar de Ferreiros - Mondim de Basto



publicado por aquimetem às 21:33
Quarta-feira, 04 de Junho de 2014

          Fazia amanhã, dia 05, 93 anos que nasceu o autor da monografia histórico-jurídica A Ermida do Monte Farinha que como já noutra ocasião escrevi: “Recordá-lo é um dever de quem sem complexos quer conhecer a verdade histórica do culto graciano no Monte Farinha; e a preocupação deste ilustre vila-condense foi encontrá-la e dá-la a saber”. Para não cair no esquecimento, o que seria uma ingratidão dos mondinenses e em particular dos vilar-ferreirenses, e que não faltaria quem disso se aproveitasse para fazer história de cordel, mais uma vez lhe presto a minha homenagem e asseguro: Bem haja Dr. Primo Casal Pelayo

 



publicado por aquimetem às 21:08
Sexta-feira, 03 de Janeiro de 2014

Natural da freguesia de Revelhe (Fafe), onde nasceu a 17 de Maio de 1936, D. Joaquim Gonçalves foi ordenado sacerdote em 10 de Julho de 1960. Em 3 de Outubro de 1981 foi nomeado Bispo Auxiliar de Braga, com o titulo de Ursona; e a 19 de Maio de 1987, foi nomeado Bispo Coadjutor de Vila Real. Em 19 de Janeiro de 1991 passou a Bispo Diocesano, e a Bispo Emérito, em 17 de Maio de 2011. A sua Ordenação Episcopal deu-se a 18 de Outubro de 1981, na Cripta da Basílica do Sameiro, em Braga. Tomou posse a 24 de Junho de 1987, e resignou a 2011/05/17. Este é o retrato fugaz do "Bispo da Senhora da Graça" que de facto D. Joaquim Gonçalves foi.

A obra que nestas ultimas décadas ali se fez sob administração do pároco de Vilar de Ferreiros, o agora emérito Sr. Padre Guedes, e a zelosa supervisão do saudoso bispo diocesano é fruto da generosidade dos devotos de Nossa Senhora da Graça e do "Santinho", São Tiago, mas sobretudo do Bispo que a desejou e da equipa por ele apoiada, e da qual costumava dizer: "as obras não se fazem com engravatados, por isso não os quero no santuário".

 D. Joaquim Gonçalves, faleceu na passada terça-feira na Póvoa de Varzim. Era irmão do conhecido padre José Gonçalves, ligada à Igreja de São José, da Póvoa

 
No dia 31 de Dezembro a Agencia Ecclesia, através de noticia recebida do Bispo Diocesano informava também  que  com 77 anos de idade,  tinha falecido nesse dia o antigo bispo da diocese transmontana na Póvoa de Varzim, onde residia com o seu irmão padre e uma irmã, enfermeira aposentada, vítima de ataque cardíaco. E que o funeral do prelado ia ser celebrado a 2 de Janeiro, pelas 11h00, na Sé de Vila Real, onde o corpo ia chegar na tarde dessa terça-feira.

D. Joaquim Gonçalves foi substituído por D. Amândio Tomás, seu coadjutor, a 17 de Maio de 2011, cerca de três anos depois de ter sido submetido a um transplante cardíaco, em Coimbra.

Colaborador assíduo de A Voz de Trás-os-Montes e Alto Douro desse conceituado semanário transcrevo o que recolhi hoje: "Faleceu no dia 31 e foi hoje a sepultar D. Joaquim Gonçalves, Bispo Emérito de Vila Real, e colaborador de longa data do Nosso Jornal. Em comunicado, a Diocese explicou que o Bispo foi “vítima de ataque Cardíaco”, tendo falecido “na Póvoa de Varzim, onde residia com o irmão padre e uma irmã”. “A Igreja e a Diocese perdem um grande bispo, de palavra fácil, bom comunicador, com grande capacidade de adaptação ao auditório, acessível...". Também o Monte Farinha perde um amigo e Nossa Senhora da Graça um seu zelador e visitante habitual do "Iteiro", mas ficou a obra. Obrigado D. Joaquim, o Bispo da Senhora da Graça



publicado por aquimetem às 18:39
Sexta-feira, 11 de Outubro de 2013

 

          Até finais deste mês de Outubro, ou mês do Rosário, os devotos de NS da Graça que aos domingos quiserem assistir à Eucaristia dominical no Santuário do Monte Farinha podem fazê-lo, pois ali é celebrada, às 16:00h.

           Depois disso, só a partir do inicio de Maio ( mês da Festa da Ascensão do Senhor, no ultimo domingo) é que voltará haver Missa, como de costume, todos os domingos. Isto, se entretanto o novo pároco de Vilar de Ferreiros, não alterar o que estava estabelecido pelo seu antecessor. Que entretanto, por desejo de D. Amândio, o santuário de Nossa Senhora da Graça, que tanto fica a dever ao que foi seu zeloso capelão, e impulsionador da obra ali realizada sob administração de Vilar de Ferreiros, vai poder continuar a ter no Sr. Padre Guedes, um amigo e valioso auxiliar do novo abade, Sr. Padre João Paulo. Assim se depreende do que reza o oficio emanado da Chancelaria da Cúria Diocesana, a 24 de Agosto (dia de São Bartolomeu) pp, ao determinar: " HAVEMOS POR BEM: - desvincular o Padre Manuel Joaquim Correia Guedes do Bilhó, Vilar de Ferreiros e de Capelão da Senhora da Graça, continuando a viver na residência de Vilar de Ferreiros e ajudar o novo pároco, no que for possível;

- e nomear o Padre João Paulo Castanheira Pinto pároco do Bilhó, Ermelo, Pardelhas e Vilar de Ferreiros e Capelão da Senhora da Graça. Os fieis de Pardelhas só poderão ter Missa Vespertina ao Sábado e, em alternancia, com Ermelo ou como for possível. Os de Vilarinho saibam aceitar a alternância e missas vespertinas. Peço a todos grande compreensão, dado a escassez de Sacerdotes, e que rezem a Deus por mais vocações.

O Santuário da Senhora da Graça, situado na paróquia de Vilar de Ferreiros, merece consideração e cuidado especial. Peço ao novo Pároco, que é o presidente de todas as Comissões Fabriqueiras e também da do Santuário, para se deixar ajudar pelo Padre Manuel Guedes. integrando-o na Comissão do Santuário.

Nenhum Padre pode exercer actos de jurisdição e de culto público, em paróquia de que  não é responsavel, sem licença do pároco, legitimo representante do bispo.

A tomada de posse dos Párocos revista-se de solenidade, na presença do bispo ou seu delegado, com a renovação da profissão de fé, promessas e juramento de fidelidade".

          Como já se divulgou, foi precisamente o que aconteceu na paroquia de São Pedro de Vilar de Ferreiros que  desde o passado dia 5 de Outubro, tem no Sr. Padre João Paulo, um novo pároco, que vem substituir o abade Correia Guedes que durante mais de meio século paroquiou esta importante freguesia do concelho de Mondim de Basto. A cerimónia de posse deu-se na igreja paroquial de São Pedro de Vilar com a presença de todo clero do Arciprestado do Baixo Tâmega e conferida pelo Bispo da Diocese, D. Amândio Tomás.

           O Mário Borges, que nestas ultimas duas décadas tem sido um dos principais colaboradores no que respeita a serviços da paróquia, como elemento da Comissão Fabriqueira e membro directivo da Irmandade de NS da Graça; a ele foi confiada a missão de em nome da paróquia saudar os visitantes e dar as boas vindas do novo pároco. 

 

          Acto muito participado e, por elementos dos grupos corais da  paróquia, animado, culminou com um beberete servido a todos quantos se quiseram associar ao festivo evento, na secretaria-biblioteca da Residencia Paroquial.

          E nada faltou daquilo que a terra e o Passal da igreja dá. Que pena não poder lá estar fisicamente!

           O padre João a retalhar o bolo em sua honra. Bom proveito, e seja muito bem-vindo!

 

Na foto a ti Teresa e os pais do novo pároco. E por falar na ti Teresa, criado do Padre Guedes é de lembrar:sem as bases, onde assente a obra, não se vai longe! Também aqui a ti Teresa, um braço de trabalho, é uma das bases, onde o padre Guedes se apoia. Outro, o Manuel Miradouro Machado , que naquilo que lhe compete,  cumpre  a sua obrigação de zeloso paroquiano, encarregado de ajudar no serviço de sacristia. Que Nossa Senhora da Graça, neste encerrar do Ano da Fé, e da época forte das festas e romarias no Monte Farinha, a todos abençoe, e em particular aos intervenientes neste acto de posse do novo Capelão da Senhora da Graça.



publicado por aquimetem às 10:39
Sexta-feira, 12 de Novembro de 2010

           Com a chegada do mês de Setembro ao fim, a afluência de romeiros e visitantes ao Monte Farinha abranda substancialmente, pese agora o Centro de Apoio aos Peregrinos de Nossa Senhora da Graça ser ali uma mais valia a merecer a utilização por parte dos amigos das alturas...Não há melhor lugar para fugir da confusão.  

          A época forte das festas e romarias começa no ultimo Domingo de Maio, com a Festa da Ascensão do Senhor, e culmina com a Grande Peregrinação de Setembro, no 1º Domingo desse mês, habitualmente presidida por D.Joaquim Gonçalves, Bispo da Diocese de Vila Real, e que este ano através da TVI e da Rádio Região de Basto pode, em directo, fazer à volta do Monte Farinha e de Nossa Senhora da Graça a abordagem histórica e teologica adequada ao momento e à solenidade do acto litúrgico.  Regalei-me de ver e ouvir, e até recolhi uma foto no ecrã do televisor. 

           Supunha eu que a integrar a equipa da TVI responsável pela transmissão viria também o produtor do programa Casimiro Rosa, mas enganei-me. Outros compromissos impediram-no de nesse domingo, 5 de Setembro, na companhia do Sr. Cónego António Rego e colegas de trabalho subir ao "Iteiro" da Senhora. Há mais mares do que marinheiros.  

          ...Quem parece que está ameaçado de perder a subida ao Monte Farinha (Senhora da Graça) é a Organização da Volta a Portugal em Bicicleta, isto segundo dicas lançadas para a Comunicação Social pelos responsáveis da municipalidade mondinense. A ser assim, a crise neste país até já impede de trepar os homens do pedal. E também a ser assim, fotos como este para o próximo ano vão deixar de se poder recolher nas ruas de Mondim de Basto. Mas então a isto é que chamam socialismo? Estamos feitos num oito. Mas eu ainda confio nos mondinenses às direitas



publicado por aquimetem às 17:28
Em vez de "Caminho Novo" vai passar a chamar-se o sítio aonde essa antiga via conduz: Monte Farinha.
mais sobre mim
Agosto 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


pesquisar neste blog
 
Contador de visitas
blogs SAPO