Sexta-feira, 18 de Maio de 2007

A Volta a Portugal em Bicicleta, também já 

por várias vezes  que  atravessa Vilar de Ferreiros.

Esta imagem é do ano passado.  

          Os medronheiros ou ervedeiros da Senhora da Graça vão ter amanhã a visita amiga de Os Manos, com mais  Um Par de Botas, mas  daqueles pares de botas fenomenais, com diversas "biqueiras" que a um Adelino Ferreira Torres davam um jeitão!!! Estes dois grupos de praticantes de montanhismo, sediados em Vila do Conde?, marcaram  para 19 deste mês uma caminhada até ao cimo do "Iteiro da Senhora", com concentração na vila de Mondim por volta das 09h00. Para depois com inicio oficial, junto à igreja paroquial de Vilar de Ferreiros, iniciar então a caminhada, pela Poça do Souto, Carregal, Richeiras e Caminho Novo.  Deve ser um espectáculo sedutor ver esta gente amiga da Natureza a subir à nossa "montanha sagrada", mas mais bonito será ainda, podê-los acompanhar no trajecto e sobretudo aprender com eles  amar e a proteger o património natural  

Na festa de São José, no Fojo,

a banda de zés p'reiras do lugar de Vilarinho

.............................................................................................................................................

Nota: - voltei para melhor informar que a concentração  é  amanhã às 09h30, em Mondim; seguindo depois  dali para Vilar de Ferreiros, onde tem lugar o inicio e fim da Caminhada à Senhora da Graça. 



publicado por aquimetem às 13:17
Terça-feira, 08 de Maio de 2007

 

Meão Grande visto da Sª da Graça.

           Só para evitar que este cantinho deixe de ter voz, agora que a maré alta das festas e romarias está à porta, aqui regresso com uma descoberta curiosa. Recordo-me de quando era miúdo sempre que os meus conterrâneos mais velhos se dispunham a subir ao coto do Monte Farinha em vez de dizerem vamos à Senhora da Graça, diziam vamos ao " Iteiro da Senhora". Estou farto de utilizar esta frase, mas até aqui sem dispor de bases históricas que me permitissem fazê-lo com segurança e rigor.

          Depois de reler com mais atenção um dos parágrafos do Tombo da Igreja de Vilar de Ferreiros, de 4 de Abril de 1778, que a seguir vou transcrever, fez-se luz à volta da questão e  o motivo fica historicamente esclarecido, ora vejamos: < .....outra de damasco branco e vermelho que é da capela de Nossa Senhora do Outeiro quatro alvas seis amitos quatro cordões toalhas de altar seis duas toalhas de comunhão um frontal de damasco branco e vermelho outro de gorgorão preto e dois verdes quatro castiçais dois de latão e dois de estanho.- Titulo dos passais pertencentes a esta Igreja de residência, duas salas  e duas câmaras cozinha estrebarias e palheiro casa de tulha tudo junto da igreja casa adega com cinco cubas um lameiro ao pé da adega chamado Carreira Cova com suas hortas tudo tapado sobre si o Lameiro da Bouça que fica abaixo da Capela de São Sebastião com sua presa no meio junto da fonte que é própria  do Lameiro toda está tapada sobre si o Lameiro Redondo tapado sobre si (........) >. -  O soblinhado é meu, e para assinalar que ao tempo era vulgar dizer ali: "vamos ao Outeiro", em vez de  "vamos à Senhora da Graça".  O povo tem sempre razão...  



publicado por aquimetem às 13:42
Em vez de "Caminho Novo" vai passar a chamar-se o sítio aonde essa antiga via conduz: Monte Farinha.
mais sobre mim
Maio 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


pesquisar neste blog
 
Contador de visitas
subscrever feeds
blogs SAPO