Sexta-feira, 03 de Janeiro de 2014

Natural da freguesia de Revelhe (Fafe), onde nasceu a 17 de Maio de 1936, D. Joaquim Gonçalves foi ordenado sacerdote em 10 de Julho de 1960. Em 3 de Outubro de 1981 foi nomeado Bispo Auxiliar de Braga, com o titulo de Ursona; e a 19 de Maio de 1987, foi nomeado Bispo Coadjutor de Vila Real. Em 19 de Janeiro de 1991 passou a Bispo Diocesano, e a Bispo Emérito, em 17 de Maio de 2011. A sua Ordenação Episcopal deu-se a 18 de Outubro de 1981, na Cripta da Basílica do Sameiro, em Braga. Tomou posse a 24 de Junho de 1987, e resignou a 2011/05/17. Este é o retrato fugaz do "Bispo da Senhora da Graça" que de facto D. Joaquim Gonçalves foi.

A obra que nestas ultimas décadas ali se fez sob administração do pároco de Vilar de Ferreiros, o agora emérito Sr. Padre Guedes, e a zelosa supervisão do saudoso bispo diocesano é fruto da generosidade dos devotos de Nossa Senhora da Graça e do "Santinho", São Tiago, mas sobretudo do Bispo que a desejou e da equipa por ele apoiada, e da qual costumava dizer: "as obras não se fazem com engravatados, por isso não os quero no santuário".

 D. Joaquim Gonçalves, faleceu na passada terça-feira na Póvoa de Varzim. Era irmão do conhecido padre José Gonçalves, ligada à Igreja de São José, da Póvoa

 
No dia 31 de Dezembro a Agencia Ecclesia, através de noticia recebida do Bispo Diocesano informava também  que  com 77 anos de idade,  tinha falecido nesse dia o antigo bispo da diocese transmontana na Póvoa de Varzim, onde residia com o seu irmão padre e uma irmã, enfermeira aposentada, vítima de ataque cardíaco. E que o funeral do prelado ia ser celebrado a 2 de Janeiro, pelas 11h00, na Sé de Vila Real, onde o corpo ia chegar na tarde dessa terça-feira.

D. Joaquim Gonçalves foi substituído por D. Amândio Tomás, seu coadjutor, a 17 de Maio de 2011, cerca de três anos depois de ter sido submetido a um transplante cardíaco, em Coimbra.

Colaborador assíduo de A Voz de Trás-os-Montes e Alto Douro desse conceituado semanário transcrevo o que recolhi hoje: "Faleceu no dia 31 e foi hoje a sepultar D. Joaquim Gonçalves, Bispo Emérito de Vila Real, e colaborador de longa data do Nosso Jornal. Em comunicado, a Diocese explicou que o Bispo foi “vítima de ataque Cardíaco”, tendo falecido “na Póvoa de Varzim, onde residia com o irmão padre e uma irmã”. “A Igreja e a Diocese perdem um grande bispo, de palavra fácil, bom comunicador, com grande capacidade de adaptação ao auditório, acessível...". Também o Monte Farinha perde um amigo e Nossa Senhora da Graça um seu zelador e visitante habitual do "Iteiro", mas ficou a obra. Obrigado D. Joaquim, o Bispo da Senhora da Graça



publicado por aquimetem às 18:39
Em vez de "Caminho Novo" vai passar a chamar-se o sítio aonde essa antiga via conduz: Monte Farinha.
mais sobre mim
Janeiro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


pesquisar neste blog
 
Contador de visitas
blogs SAPO